Follow by Email

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

perdida no paraiso

Tenho acreditado em algo tão distante
Como se eu fosse humana
E venho negando esse sentimento de desespero
Dentro de mim, dentro de mim.

Todas as promessas que fiz
Apenas para te deixar deprimido
Você acreditou em mim, mas estou despedaçada

Não tenho nada agora
E tudo o que sinto é essa vontade cruel
Temos caído por todo esse tempo
E agora estou perdida no paraíso

Tanto quanto eu quero que o passado não exista
Ele ainda existe
E o tanto quanto eu quero sentir como
Se o meu lugar fosse aqui
Eu estou tão amedrontada quanto você

Não tenho nada agora
E tudo o que sinto é essa vontade cruel
Temos caído por todo esse tempo
E agora estou perdida no paraíso

Fuja, fuja
Um dia não mais sentiremos essa dor
Leve todas essas sombras longe de você
Pois elas me não deixarão seguir

Não tenho nada agora
E tudo o que sinto é essa vontade cruel
Temos caído por todo esse tempo
E agora estou perdida no paraíso

Nenhum comentário:

Postar um comentário