Follow by Email

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

amor distante!

Aqui estou eu novamente para falar um pouco mais sobre o nosso amor. Venho para dizer que sou o mesmo, aquele que te ama cada vez mais. Esta carta é como se estivesse dizendo baixinho ao seu ouvido, palavras que você gosta de ouvir.
Estou aqui para dizer que é a garota mais linda do mundo, mais querida, mais amada e desejada. É difícil traduzir em uma carta todo o amor que sinto por você. Quando estou pensando em vê-la, enxergo com os olhos da mente, vejo toda sua cativante ternura e sinto que foi criada para me encantar.
Parece que o tempo não passa, os dias são muito longos, as noites muito tristes, quando estou longe de você. Sinto que a sua ausência é o meu maior mal. Não queira saber a angustia que sinto nestes dias que estou longe. Quase não aguento a dor.
O amor é mesmo assim, um grande prazer embriagador e vulgar. Difícil no amor é suportar a distância, quando ela nos separa. Mas quando a separação é uma simples e rotineira viagem de negócios, a esperança de encontrá-la brevemente me reanima.
Logo estarei novamente te abraçando e te beijando, com o mesmo ardor de sempre

Nenhum comentário:

Postar um comentário